Meu cabelo pelo seu sorriso

por Juliana Muniz em 23 de maio de 2014

8 Comentários

Ta vendo esse cabelo aí da foto de cima? Pois é. Era meu. Nunca tive vontade de vender meu cabelo. Acho isso meio estranho… receber dinheiro pelo que cresceu na sua cabeça é esquisito. Nada contra quem vende, afinal, o mercado de perucas é útil na sociedade. É uma coisa que eu, particularmente, não me vejo fazendo.

Uma coisa que me deixa meio chateada é eu não ter o peso suficiente pra doar sangue. Mas essa semana eu pude doar uma coisa não muito comum e que não vai salvar nenhuma vida, mas vai trazer alegria pra vida de uma pessoa que está passando por um momento muito difícil.

Quem me conhece, sabe que eu sempre tive o cabelo comprido. Ele sempre foi motivo de muitos elogios na minha vida… “nossa, que cabelo lindo!”, ou “quero deixar meu cabelo do tamanho do seu”. Já recebi elogios até em espanhol quando viajei pra Venezuela… rsrs. Apesar de tudo isso, eu estava meio cansada dele porque dá muito trabalho e ele realmente estava bem grandão. Muito shampoo, MUITO condicionador… e eu estava sentindo que um pouco da minha energia estava sendo sugada por ele. Resolvi cortar. Fui na cabeleireira, mostrei alguns exemplos de corte e foi aí que descobri uma coisa muito bacana.

Quando minha cabeleireira viu que eu queria cortar uma quantidade significativa do meu cabelo, me perguntou se eu não me interessava em doar aquela parte que seria cortada, pro hospital do câncer. Confesso que fiquei surpresa e muito feliz quando ela me fez essa pergunta. Geralmente eu vou ao salão e meu cabelo acaba sendo varrido e jogado no lixo. Mas dessa vez foi diferente. Ela cortou as mechas e prendeu em elásticos pra que eu pudesse levar pro hospital em perfeito estado.

A oportunidade me deixou mais tranquila pela grande mudança que eu estava fazendo no meu cabelo. E se você é mulher, sabe muito bem como a gente fica apreensiva quando senta na cadeira do salão e vê aquela tesoura apontada para as nossas preciosas madeixas.

photo2

Eu não sabia, na realidade, nunca imaginei que existisse doação de cabelo para instituições que combatem o câncer. E esse é meu objetivo no post de hoje. Compartilhar essa informação com você que assim como eu, não fazia nem ideia. E, caso você esteja planejando uma mudança de visual que inclua cortar uma parte considerável do seu cabelo, peça pro seu cabeleireiro separar essa parte e faça uma boa ação pra quem está precisando muito.

UPDATE!

A ONG que vai receber meu cabelo é a Cabelegria. As doações podem ser enviadas pelo correio para o endereço:

A/C Cabelegria
Avenida Parada Pinto, 3420, Bl. 06, Ap. 33
Vila Nova Cachoeirinha
São Paulo – SP
02611-001

Para mais informações, visitem o site e curtam a página do facebook deles. Lá eles explicam como armazenar o cabelo para o envio e também mostram fotos de pessoas que receberam as perucas. Ah, e os doadores recebem um certificado.

 

  • dianny

    e por aqui você mesma pode enviar seu cabelo pelo correio https://www.facebook.com/cabelegria?fref=ts

    • Obrigada, Dianny! Já coloquei as informações no post :)

  • Suene Carvalho

    Parabéns juh pela sua coragem… realmente vc fez uma linda ação… e eu como sei quantas horas vc ficava fazendo chapinha nele agora vc vai até dormir mais cedo né..kkkkkkkkkkkk não mais a meia noite..hehehe bji..=)

  • Nailan

    Fazer alguém feliz com tão pouco é tão bom! :D

  • Pingback: Eat is a Trip Um vaso feito de cabelo?! » Eat is a Trip()

  • Me identifiquei muito com você, sempre uso o cabelo, grande, enorme, daquele de parar o trânsito e parar pra dar autógrafos.. E de fato dá um trabalhão pra lavar, secar, etc.
    Sempre quando vou cortar é em grande quantidade, se ele não é varrido com o lixo os cabeleireiros pegam pra eles pra fazer “teste de mecha”…
    Um dia descobri a Cabelegria, essa semana vou levar uns 20cm só de franja que ja cortei, o restante do cabelo passei a cuidar com muito mais cuidado do que antes, pra ele ficar um pouco maior sem estragar e daí vou cortar bastante pra uma segunda doação :)

    Sabe, percebi que quando cortamos o nosso cabelo pra esse fim, as coisas têm outro sentido.
    Quando eu cortava minha franja reclamava que ela ficava “curta”, dessa vez, mesmo ela caindo nos meus olhos, ao invés de me incomodar eu me pegava com um sorriso no rosto, só por saber o tamanho do bem que as mechas cortadas farão a outra pessoa.
    Também não tenho peso suficiente para doar sangue, e descobrir que pode doar o cabelo foi a melhor coisa que me aconteceu na vida :)

    Parabéns pela atitude e pelo post, espero que muitas pessoas sigam o seu exemplo!!

    Mil beijos
    Sandra Schiavolin

  • Parabéns amada
    Eu tbm a anos atrás tinha 1,20 mts de cabelo e era um trabalhão pra cuidar e devido meu hr de trabalho como chegava tarde ia dormir mais tarde ainda por ter que lavar, secar
    Então num impulso cortei em casa mesmo e joguei no lixo. Depois desse dia comecei a ver muitas reportagens de doação
    Fiquei muito triste pq eu poderia ter doado.
    Então lá estava eu com cabelo comprido outra vez na cintura. Sempre bem tratado
    Admiradores não faltava e até quem me pedia pra eu vender. Mas isso nunca me passou pela cabeça pois se assim fosse teria vendido quando estava enorme.
    Vi a reportagem do Cabelegria e estava me preparando pra cortar e enviar, foi aí que surgiu aqui na minha cidade Criciuma SC o RAPUNZELS
    Então já fiz minha doação e me sinto muito feliz.
    Sou doadora de sangue assídua
    Meu sonho agora é ser chamada para uma doação de Medula já que meu nome está no banco de dados. Tbm já deixei avisado pra família que sou doadora de órgãos e assim que eu partir dessa vida pra eternidade que raspem minha cabeça pra que cada fio restante de cabelo seja doado pois tenho plano crematório.
    Tbm gostaria mto de conhecer a princesa que vai receber a doação que fiz.
    Bjus a todas vcs que com um simples gesto levam sorriso aos lábios de uma princesinha ❤️

  • Camila Castanha

    Parabéns pela sua atitude, eu também doei o meu cabelão..rsrs
    Vi um dia no jornal do almoço e logo entrei em contato com a minha cabelereira, ela nem me cobrou o corte e ainda está divulgando para outras pessoas!!!

Google+